Main Area
imagem-topo

Análise dos Custos de Construção


A monitorização dos custos e a análise da sua razoabilidade face a projetos semelhantes tem sido uma preocupação constante da Parque Escolar, durante a execução do Programa de Modernização das Escolas com Ensino Secundário.

Dada a ausência de meios e recursos que permitissem consubstanciar esta análise com o elevado grau técnico e de qualidade e de forma a garantir uma análise objetiva e independente foi solicitado a uma entidade externa de cariz internacional um estudo que permitisse perceber, no contexto Europeu, como se enquadra o custeio/ m2 aferido em Portugal e em particular no Programa de Modernização face a projetos que pudessem de algum modo servir como elemento comparativo.

O resultado está patente no estudo de benchmark realizado pela KPMG, a pedido da Parque Escolar.

O quadro abaixo sintetiza os principais dados do Estudo que analisa vários casos na Europa a que fazemos referência. De referir que os valores apresentados foram objeto de homogeneização atendendo ao índice do poder de compra e às correções cambiais e da inflação:
 

Escolas Adjudicadas Custo Médio(€) Áreas (m2) Alunos Investimento (m2) Investimento por aluno (€)
França 23.740.047 14.369 1.022 1.799 28.958
Irlanda 16.308.000 8.147 712 2.285 23.690
Inglaterra 26.222.398 11.802 1.252 2.264 21.651
Escócia 24.810.843 14.402 1.196 1.758 22.500
Parque Escolar E.P.E. 13.000.000 15.400 1.260 840 10.317

Valores de junho de 2011


Os dados obtidos permitem concluir que os custos homogeneizados de projetos europeus de características análogas aos projetos do Programa de Modernização na Europa apresentam custos que representam sensivelmente o dobro dos custos do Programa de Modernização que a Parque Escolar tem vindo a desenvolver para as mais de 200 escolas iniciais.

O programa de requalificação de escolas português comporta ainda fatores de complexidade acrescida:

  • Escolas com idades entre 40 e mais de 100 anos;
     
  • Intervenção executada com a escola em funcionamento e sem qualquer impacto em momentos críticos como as épocas de exames;
     
  • Programa de modernização disperso por todo território continental, com os consequentes impactos em termos de custos, designadamente logísticos e de supervisão.;